Polícia Civil e Ministério Público apuram fraudes de atestados médicos no DF

A Polícia Civil e o Ministério Público do Distrito Federal  (DF) realizam hoje (8) a operação “Trackcare”, que investiga a emissão de atestados médicos para abonar faltas de servidores. Dois inv3estigados, o auxiliar de enfermagem Marcelo Cereja e a enfermeira Daniella de Toledo foram conduzidos coercitivamente para prestar depoimentos. Ainda hoje também devem ser cumpridos seis mandados de busca e apreensão.

A determinação partiu da Vara Criminal do Guará. Os mandados foram cumpridos no Centro de Saúde 3 do Guará II e nas residências dos envolvidos. De acordo com a investigação, além dos atestados, os servidores estariam usando carimbos de médicos da Secretaria de Saúde para falsificar também receitas de medicamentos. 

Entre os crimes apurados estão peculato, falsificação de documentos, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema de informações e associação criminosa. As investigações também apuram se dois sistemas de informática da secretaria, o Forponto e o Trackcare, foram violados de forma premeditada.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*