Polícia civil identifica três suspeitos da morte de dentista, no Rio

Foto: Reprodução/Facebook

A Polícia Civil identificou três autores da morte da dentista Priscila Soares Nicolau dos Reis, de 37 anos, ocorrida na tarde da última segunda-feira (31), na Estrada de Furnas, no Itanhanga, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com a Delegada Marcela Ortiz, ontem, durante operação conjunta das Polícias Civil e Militar, policiais militares do 31º BPM (Barra) prenderam dois homens quando deixavam a mata que cerca a comunidade do Morro do Banco. Eles foram conduzidos à 16ª DP.

O Delegado de Polícia Marcus Vinicius Braga, titular da 16ª Delegacia de Polícia realizou um trabalho integrado com a Delegacia de Homicídios, com intercâmbio de dados de inteligência. 

Foram realizadas diligências pela equipe da DH que comprovaram o envolvimento de Ademilson e Rafael na morte da dentista. Eles integravam o grupo composto por cerca de 15 pessoas, reunido por Douglas de Melo, conhecido como “Miguelinho”.

Com base nas provas, a Delegada Marcela representou pela decretação das prisões temporárias de Ademilson Luiz Guedes Costa, Rafael Alves Peixoto e Douglas de Melo, que foram deferidas pela Justiça.

Douglas está foragido. A Polícia Civil pede ao cidadão que tenha informação sobre sua localização para entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou pelo chat cacpcerj.pcivil.rj.gov.br. A denúncia também pode ser feita ao Disque Denúncia 2253-1177.

Deixe uma resposta