Polícia detém o terceiro suspeito por relação com atentados na Catalunha

A polícia da comunidade autônoma da Catalunha, na Espanha, deteve nesta sexta-feira (18) uma terceira pessoa em Ripoll, na província de Girona, por suposta vinculação com os atentados terroristas em Barcelona e Cambrils. A informação é da Agência EFE.

As forças de segurança confirmaram que a terceira detenção foi feita como parte do dispositivo iniciado ontem após os atentados, que causaram a morte de 13 pessoas e feriram mais de 100 no Boulevard de La Rambla, em Barcelona.

Durante a madrugada, a polícia da Catalunha também matou cinco terroristas que protagonizaram outro atropelamento em massa no Passeio Marítimo de Cambrils, uma cidade litorânea de Tarragona, ao sul de Barcelona, que deixou seis feridos.

A polícia catalã deteve, até o momento, três pessoas por suposta vinculação com esses atentados, que também estariam relacionadas com a explosão em uma residência na localidade de Alcanar (Tarragona) na noite de quarta-feira, dia 16, na qual uma pessoa morreu e outra ficou ferida.

De acordo com o chefe da polícia da Catalunha, Josep Lluís Trapero, os inquilinos da casa preparavam explosivos em seu interior com cilindros de gás butano.

Um dos detidos, que é natural da cidade espanhola de Melilla, no Norte da África, tem relação direta com essa explosão.

O segundo detido, localizado em Ripoll, seria a pessoa que supostamente alugou a van utilizada no atropelamento em Barcelona.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*