Polícia gaúcha desarticula grupo que traficava drogas e armas em redes sociais

Uma quadrilha que usava grupos no Facebook e no WhatsApp para comercializar drogas ilícitas e armas foi alvo da Operação Arcano, deflagrada na manhã de hoje (28) pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Cerca de 200 agentes cumpriram 30 mandados de busca e apreensão e sete de prisão preventiva em Porto Alegre e em outras 11 cidades gaúchas.

Segundo a polícia, os integrantes da quadrilha entravam em grupos normais de venda de objetos lícitos e se apropriavam deles, redirecionando o ambiente virtual para atividades criminosas. Depois, a quadrilha passava a promover o tráfico de armas, munições, maconha, cocaína, anabolizantes e drogas sintéticas.

Durante a operação, os agentes apreenderam aparelhos com fotos, áudios e histórico de conversas que serão utilizados como provas contra os investigados.

As ações são resultado de sete meses de investigação. Três pessoas já haviam sido presas no período. Durante o cumprimento das ordens judiciais, nesta manhã, sete pessoas foram detidas em flagrante pelos policiais.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*