Policial militar é preso por matar a tiros cadete do Exército no Rio

Cadete assassinado Wilian dos Santos Filho. Foto: Reprodução/ Internet

O policial militar Juscemar Barvosa da Cruz, de 33 anos, lotado UPP de Manguinhos, foi preso pela Divisão de Homicídios (DH-Capital), acusado da morte do cadete do Exército Brasileiro William dos Santos Filho, de 23 anos. O militar foi morto em outubro após ser baleado em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio.

O cadete e sua namorada passavam de carro pela Estrada dos Sete Riachos, quando foram abordados por bandidos. William foi atingido e levado ao Hospital municipal Albert Schweitzer, em Realengo, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a polícia, o veículo dele foi abordado por três suspeitos armados. William foi atingido quando acelerou. O cadete cursava o terceiro ano da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). A namorada dele não ficou ferida.

Além do PM Juscemar Barbosa, a DH Capital já havia identificado Habdalla Nascimento de Souza, que está foragido, e Thiago Marinho dos Reis, já preso pela Polícia Civil, também como autores do homicídio do cadete Willian dos Santos.

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*