Portal pede informações sobre envolvidos na morte de dentista

Foto: Divulgação

O Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia, divulgou nesta terça-feira (1), o cartaz com o titulo de – Quem Matou? – com a foto da dentista Priscila Nicolau Soares dos Reis, de 37 anos, assassinada com dois tiros dentro de seu carro na subida da Estrada da Furnas, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio.

A dentista foi morta na tarde desta segunda-feira (31), por volta das 12h10. Policiais do 31º BPM (Recreio) faziam patrulhamento na parte alta do Morro do Banco, e acabaram sendo recebidos à tiros por traficantes do Complexo do Lins de Vasconcelos, cujo o líder é o traficante Sergio Luiz da Silva Júnior, o “Da Russa”. Eles tentavam invadir a comunidade do Banco para assumir a venda de drogas do local.

Segundo a polícia, os criminosos fugiram pela mata e, chegando na estrada, tentaram roubar o carro da dentista, que teria se assustado e acelerado. Em seguida, o automóvel foi fuzilado pelos traficantes que tentavam fugir do cerco da PM. O carro, um Kia Sorento, foi atingido por 17 tiros, sendo que dois atingiram a dentista, um na cabeça e um no braço. Devido aos ferimentos a vítima morreu no local. Priscila chegou a ser atendida pelos bombeiros.

Hoje foi realizada uma operação no Morro do Banco. A ação contou com policiais do 31º BPM, com apoio do Batalhão de Ação com Cães (BAC) e Grupamento Aeromóvel (GAM). Na ação, dois homens foram presos saindo de uma mata no Alto da Boa Vista, com sacolas com roupas.

Ademilson Luiz Guedes Costa e Rafael Alves Peixoto, ambos do morro da Formiga, na Tijuca, foram encaminhados para a 16ª DP (Barra da Tijuca). Nos celulares dos detidos, áudios e fotos fazendo referências ao tráfico de drogas e a tentativa de invasão do morro do Banco foram encontrados.  As roupas encontradas com um deles, em muito se parece, com os trajes usados por um dos criminosos, que foi filmado por câmeras de segurança do local.

Nas imagens obtidas pela Divisão de Homicídios (DH) é possível ver cinco homens, armados de fuzis, que chegam à comunidade na manhã de segunda. 

Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos envolvidos na morte da dentista, e também de traficantes da localidade, favor denunciar pelos seguintes canais: WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo do DD. O anonimato é garantido.

Deixe uma resposta