Portal pede informações sobre mais 13 envolvidos em guerra na Rocinha

O Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia, divulgou nesta terça-feira (10) mais um cartaz com as fotos de foragidos da Justiça.  Eles são acusados de participação na invasão da Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul.

Os crininosos são: Leandro Pereira da Rocha, o Bambú, de 28 anos; Vinicius Gomes da Silva, o Titica, de 27; Rafael Paulino, o Ralf, de 24; André Andrade de Jesus, o Diamante, de 22; Jailson Barbosa Marinho, o Jabá, de 37; Igor Índio do Brasil, o DVD, de 24; Francisco Castro da Penha Gonçalves, o Novinho, de 24; Antonio Alberto Martins da Silva, Toinho, de 20; Witalo Junior Ferreira Nascimento, o Gordinho, de 18; Yuri Felix Cavalcanti, o Xereca da Paula Brito, de 20; Paulo Barbosa, o Dino, de 27; Wellington Souza Nascimento, o Mestrinho, de 20 e João Paulo Simões Martins, o Tiririca, de 25. 

A comunidade vem sendo alvo de uma disputa por parte de traficantes, por disputa do controle das vendas de drogas. No dia 17 de setembro, moradores testemunharam o confronto entre bandidos. Cerca de 60 criminosos ligados a Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem (ADA Amigo dos Amigos) — que está preso num presídio federal em Porto Velho — invadiram a comunidade para expulsar Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, seu antigo aliado, e segundo informações teria dado um “Golpe de Estado” para controlar os pontos de drogas sozinho, e teria ido para o Comando Vermelho, facção rival a da região.

As Forças Armadas foram acionadas para a comunidade no dia 22 de setembro e ficaram por lá até o dia 29. Desde então, a PM vem reforçando a atuação na Rocinha.

De acordo com as investigações, a Rocinha, que sempre foi um celeiro de distribuição de drogas na Zona Sul da cidade, passou a ser um local de varejo, que capta drogas de outras favelas não pacificadas da Região Metropolitana para revender para consumidores.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos acusados, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.  

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*