Portal pede informações sobre suspeitos do tráfico de drogas na Providência

Foto: Divulgação

O Portal dos Procurados divulga nesta quarta-feira (26), cartaz com recompensa de R$ 1 mil (cada), por informações que levem a prisão de integrantes do tráfico de drogas que agem no Morro da Providência, Zona Central do Rio do Janeiro. Para o traficante Evanilson Marques da Silva, o Dão da Providência, a recompensa vale a quantia de R$ 5 mil reais.  São eles: Thiago Ribeiro Ferreira – Sustenta; José Roberto Ribeiro Ferreira – Sucesso; Evanilson Marques da Silva – Dão da Providência –; David Edson Fernandes de Lima – Dois; Fabiano Welster Ramos Sebastião – Fabiano; Rafael da Silva Damasceno – Cara de Rato; João Carlos Evangelista da Conceição – Pinguim; Alex de Oliveira Coutinho – Alex; Lucas Villeta Polto – Playboy e Leonardo Reis – Leonardo. Todos possuem mandado de prisão pelos crimes tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Na madrugada da última segunda-feira (22), por volta das 3h, traficantes roubaram diversas lojas de doces na Rua Senador Pompeu, no Centro do Rio. Segundo comerciantes, a ação seria uma represália pelo fim do pagamento de uma taxa imposta pelo tráfico da Providência, que seria de R$ 2 mil por semana. Os bandidos levaram um caminhão, fecharam a rua e arrombaram as lojas e carregaram os mais diversos tipos de mercadorias, entre elas computadores, telefones, balanças industriais, liquidificadores e outros produtos. Uma das vítimas relatou que eles teriam recebido uma ordem das lideranças  do morro que, para acabar com os roubos que estavam acontecendo, tínhamos que dar, a quantia estipuladas por eles. 

Segundo denúncias, os criminosos exigiam o pagamento de uma “taxa” em dinheiro, e ainda para que as lojas funcionassem sem interferência de bandidos, os comerciantes tinham que comprar os itens alimentícios e enviá-los para o Morro da Providência. 

Não satisfeito com essa extorsão, o traficante e chefe do tráfico da Providência, Evanilson Marques da Silva, o Dão, teria decidido fazer essa cobrança em dinheiro, e o valor variava entre R$ 1 mil e R$ 2 mil semanais, e mesmo assim dependendo do tipo de comércio. Os lojistas se recusam a pagar essa extorsão. Então o Dão ordenou uma série de saques, que resultou em pelo menos 14 estabelecimentos invadidos. 

Dão assumiu o controle do tráfico na Providência depois que seu irmão Leonardo Marques da Silva, o Sapinho, foi preso. Além da atuação no tráfico, Dão é suspeito de coordenar um assalto um setembro de 2006, à Viação São Sebastião, na Gamboa, de onde foram levados R$ 55 mil. Na época ele já era investigado pelo Centro de Inteligência da Marinha (CIM) por suposto envolvimento no ataque e roubo de um fuzil FAL de um sentinela no 1º Distrito Naval, na Praça Mauá, em 2002. Ele chegou a ser preso em 2003, mas, por falta de provas, a Justiça determinou sua soltura.

Em agosto de 2006, no entanto, ele foi preso em casa, após denúncia anônima feita ao Disque Denuncia. No imóvel foram apreendidas três granadas, munição de pistola e uma metralhadora Uzi. Ele cumpriu pena até 2011 no presídio Vicente Piragibe, mas conseguiu liberdade e assumiu o comando novamente do tráfico na comunidade da Providência, que estaria abrigando diversos criminosos vindos de outras áreas do Comando Vermelho.

Segundo informações, o Morro da Providência estaria passando por uma gestão que estaria dando pouco retorno financeiro para o Comando Vermelho, isso sem contar com a perda de vários fuzis da caixinha na ultima tentativa de retomada da Cidade Alta, em Cordovil.   

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos com tráfico de drogas na região, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram dos Procurados (21) 98849-6099; pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo facebook/(inbox), endereço: www. facebook.com/procurados.org, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here