Prefeito de Milão pede presença do Exército contra violência

O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, cobrou nesta segunda-feira (14) uma presença maior do Exército na cidade após o encerramento do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, no próximo dia 20 de novembro.

Após ter recebido a presidente da Câmara dos Deputados da Itália, Laura Boldrini, Sala disse que considera solicitar ajuda das Forças Armadas para conter a violência urbana na periferia da capital da Lombardia. “Terminado o Jubileu, espero que parte dos militares venha para cá. É uma via que estou considerando”, afirmou.

Convocado pelo papa Francisco, o Jubileu (ou Ano Santo) já levou mais de 13 milhões de peregrinos à Roma desde dezembro de 2015 e vem monopolizando as atenções das forças de segurança italianas.

Nesta segunda, um cidadão dominicano morreu depois de ter sido baleado em uma praça na periferia de Milão na semana passada. Após o incidente, a assessora de Segurança da Prefeitura, Carmela Rozza, já havia cogitado a hipótese de solicitar a presença do Exército.

“Ninguém nega que exista um problema de segurança. Obviamente, é preciso ter mais agentes”, disse. Ex-CEO da Expo Milão 2015, Sala assumiu o governo da segunda maior cidade da Itália em junho deste ano, depois de, com o apoio do primeiro-ministro Matteo Renzi, ter derrotado o candidato de Silvio Berlusconi, Stefano Parisi.

ANSA

Deixe uma resposta