Presidente Manuel Santos se reúne com Papa e pede ajuda para Colômbia

O papa Francisco recebeu o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, nesta sexta-feira (16) e ouviu pedidos de ajuda e agradecimentos.   Ao receber o Nobel da Paz de 2016, Jorge Mario Bergoglio disse ser “um prazer” encontrá-lo “pela terceira vez”. Já Santos afirmou que “nós temos necessidade de sua ajuda” e os dois se reuniram a portas fechadas na Sala del Tronetto por cerca de 20 minutos.

Ao fim do encontro, quando os fotógrafos foram autorizados a registrar a tradicional troca de presentes entre os líderes, o presidente da Colômbia entregou um “balígrafo” para o Pontífice.     A peça é uma caneta feita a partir de um projétil dos armamentos apreendidos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) durante os mais de 50 anos de conflito. 

Os “balígrafos” foram usados para a assinatura do acordo de paz entre governo e Farc e tem a inscrição “as balas foram o nosso passado, a paz será o nosso futuro”. As cercas de 500 canetas produzidas com projéteis foram dadas a todos aqueles que ajudaram a firmar a paz na Colômbia e o papa Francisco, que atuou constantemente na questão, foi um dos presenteados.

Além da caneta, Santos deu para o Papa uma pequena escultura de porcelana com a representação de orquídeas brancas. “Esta é uma obra de uma artista colombiana. As orquídeas são as flores nacionais da Colômbia e são símbolo da paz”, disse o presidente.

Por sua vez, Bergoglio deu de presente um medalhão com o anjo da paz e três livros, incluindo também “os meus escritos sobre ecologia”. As obras são a encíclica sobre o meio ambiente “Laudato si” e os textos apostólicos “Evangelii gaudium” e “Amoris laetitia”. Após reunião com o Papa, Santos e sua comitiva foram ao encontro do secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

Ex-presidente colombiano Alvaro Uribe

O ex-presidente colombiano Alvaro Uribe, e rival político de Santos, anunciou que o Papa solicitou um encontro com ele nesta sexta-feira (16) no Vaticano. Uribe, que foi contrário ao acordo de paz entre as Farc e o governo de seu país, chegou à cidade-Estado nesta manhã. No entanto, a agenda oficial do Pontífice não inclui um encontro privado entre os dois.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here