Presos suspeitos de matar policial em 2013 em Manguinhos

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam na manhã desta sexta-feira (19), na Avenida Dom Helder Camará, em Manguinhos, Zona Norte do Rio de Janeiro, o traficante Edvan do Nascimento Martins, o Cocão da 70. Os agentes da especializada chegaram até o criminoso através de uma informação repassada pelo aplicativo de mensagens do Whatsapp dos Procurados (96802-1650). 

Ele faz parte de processo, na 2ª Vara Criminal de Capital do Rio de Janeiro, em que traficantes do Comando Vermelho, são acusados de assassinar o inspetor da Polícia Civil Sérgio Lopes de Souza Júnior, que estava desaparecido desde janeiro de 2013. Em investigações da DH, relata que no dia 26 de janeiro de 2013, Sérgio pilotava uma motocicleta e havia acabado de deixar uma amiga nas proximidades da favela de Antares, em Santa Cruz, na Zona Oeste, quando foi abordado por homens armados. Ele ainda teria trocado tiros com bandidos, mas foi ferido e levado de Antares para a Favela do Rola. 

Ao chegarem com o policial, traficantes pediram instruções para as lideranças que estavam no Presídio Vicente Piragibe, através de ligações para aquela unidade prisional. Estes teriam consultado as lideranças do CV que estavam presas em Bangu III, e que determinaram a execução do policial. O policial Sérgio foi imobilizado, e teve seu corpo colocado dentro de pilha de pneus (chamado micro-ondas) em seguida incinerado. 

Contra o traficante Cocão, constam três mandados de prisão, expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 2° Cartório da 2ª Vara Criminal, pelos crimes de Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 – Lei 11.343/06), Homicídio Simples (Art. 121, caput – CP). O criminoso foi conduzido para a sede policial – DH/Capital, onde foi preso, e será encaminhado ao sistema penitenciário onde ficará à disposição da Justiça. O Portal dos Procurados oferecia uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levassem a sua captura. 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*