Promotoria não encontra indícios de ataque terrorista ao ônibus do Borussia Dortmund

O Ministério Público Federal da Alemanha revelou que não encontrou indícios de um ataque terrorista com relação ao incidente que envolveu o ônibus do Borussia Dortmund, no dia 11 de abril. A delegação do time alemão saía do hotel com destino ao estádio Signal Iduna Park, para enfrentar o Monaco, quando pelo menos três explosões aconteceram, ferindo o zagueiro Marc Bartra.

“As investigações até agora não nos deram nenhuma pista de que houve um fundo terrorista para o ataque”, informaram os promotores em um comunicado, divulgado pela “Reuters”.

Os investigadores chegaram à conclusão de que Sergei V. teria optado pelo ataque simplesmente por razões financeiras. No dia do atentado ele comprou aproximadamente 15 mil opções ou direitos de venda de ações do Borussia Dortmund, cujo prazo de vencimento era até o dia 17 de junho.

De acordo com o jornal “Bild”, o suspeito, que foi preso no dia 21 de abril, pagou com um empréstimo que tinha feito uma semana antes. Segundo o jornal “Bild”, a operação que teria gerado lucros de até 3,9 milhões de euros (R$ 13,3 milhões).

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*