Quatro PMs são detidos em São Paulo por envolvimento em morte durante abordagem

Quatro policiais militares foram detidos e levados à corregedoria da instituição por envolvimento na morte de um homem, durante abordagem na zona leste da capital paulista. A vítima era suspeita de roubo de carro e foi baleada pelos policiais na última terça-feira (15), na região de Cangaíba.

O ouvidor das polícias, Julio César Fernandes Neves, explicou que no Boletim de Ocorrência consta que o suspeito teria atirado contra os policiais, mas um vídeo divulgado em redes sociais revela que, na verdade, o homem já estava rendido quando foi baleado.

“Está claro que não houve um revide imediato, como consta no Boletim de Ocorrência. Houve dois disparos a queima-roupa. Isso precisa ser analisado, o que houve para que o agente policial tivesse essa postura de apertar o gatilho duas vezes”, disse.

Para o ouvidor, é possível que tenha havido execução e o que chama a atenção foi que a ação tenha ocorrido à luz do dia, em local de grande movimento. “A gente fica bem surpreso com essas atitudes. A preocupação da ouvidoria é muito grande em relação a isso, estamos atentos”.

Câmeras

Julio defende que o governo estadual instale câmeras em todas as viaturas policias e motocicletas. “Para que resguarde a vida não só dos próprios policiais, como de terceiros. Para que os policias não venham a agir dessa maneira. Isso diminuiria muito a letalidade policial e também as mortes dos policiais”, afirmou.

A Secretaria Estadual da Segurança Pública informou que foi aberto inquérito policial militar e que o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa também investiga o caso.

Agência Brasil

Deixe uma resposta