Ricardo Gomes monta o São Paulo para seguir lutando contra o rebaixamento

A vitória de virada por 2 a 1 sobre o Fluminense na segunda-feira (17), trouxe um novo ânimo ao elenco do São Paulo. Embora o tricolor paulista ainda esteja em situação delicada e com riscos de cair, a distância para o Vitória, primeiro time no Z4, subiu para quatro pontos. Com 39 pontos, o tricolor paulista pode atingir a marca de 45, considerado número ideal para evitar a queda, com mais duas vitórias. Por isso, vencer a Ponte Preta no sábado (22), às 17hs, no Morumbi, se torna fundamental.

O objetivo no clube é que essas duas vitórias venham logo nas duas próximas rodadas na competição. Além da Ponte, o São Paulo vai enfrenta o América-MG, virtual rebaixado, na rodada seguinte da competição. Embora seja um jogo fora de casa, o torcedor está animado, já que o time mineiro não vem tendo um bom desempenho na competição. No entanto, o meia Róbson descartou que sejam jogos fáceis.

“Primeiro temos dois jogos difíceis. Não é só porque o América-MG tem pouco resultado positivo, mas tem um time que está sempre disputando os jogos até o final. Agora, a gente tem de pensar na Ponte Preta que é mais um adversário difícil. Primeiro, o jogo de domingo tem de fazer de tudo para sair com vitória positiva porque a gente vai voltar a jogar no Morumbi”, disse o jogador.

Embora o objetivo de conquistar uma vaga no G6 ainda esteja um pouco longe, já que o Atlético-PR, sexto colocado, tem nove pontos a mais, Róbson destacou que ainda é possível pensar em uma colocação que dê a vaga na Taça Libertadores. “Tenho certeza que a torcida vai lotar e nos apoiar para que depois possa pensar em G-6”, falou.

Com Maicon e Lugano suspensos, Ricardo Gomes não terá escolha e a zaga do tricolor contra a Ponte Preta será formada por Lyanco e Douglas, que inclusive já treinaram juntos no CT da Barra Funda.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here