Rodada ajuda, mas Botafogo precisa voltar a vencer por Libertadores

Apesar do empate em 0 a 0 contra o Flamengo no último sábado (05), no Maracanã, o Botafogo conseguiu abrir vantagem em relação aos seus rivais diretos na luta por uma vaga na Taça Libertadores. Os quatro times que vem logo atrás do Glorioso na competição (Atlético-PR, Corinthians, Grêmio e Fluminense) foram derrotados e não conseguiram encurtar a distância. Agora o Fogão tem quatro pontos a mais do que o Furacão, que é o mais próximo na classificação e vem em sexto.

Independente do resultado que consiga na próxima rodada, quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Botafogo, o alvinegro vai manter a quinta colocação da competição, mas o importante é fazer a sua parte e garantir matematicamente a sua classificação. A projeção é de que mais duas vitórias farão com que a equipe termine o campeonato entre os seis e assim consiga a sua vaga. Mas para isso, o time terá que voltar a balançar a rede adversária, algo que não consegue há duas rodadas.

Para piorar ainda mais a situação, o técnico Jair Ventura não poderá contar com o atacante Sassá, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Desta forma, Neílton e Rodrigo Pimpão vão seguir formando a dupla titular contra a Chapecoense. O grande problema passa mesmo pelo setor de conclusão já que contra Coritiba e Flamengo, o time conseguiu criar jogadas, mas não as fez terminar em gols.

Se a preocupação com o ataque existe, o Botafogo pode ficar tranquilo em relação a sua defesa, que passou a ser a melhor do returno do Campeonato Brasileiro. Em 15 jogos, foram apenas cinco gols sofridos. Em comparação, a defesa do Palmeiras, líder da competição, já levou 10 gols nos jogos válidos pelo segundo turno do Brasileirão.

 

Deixe uma resposta