Rússia resgata 17 corpos de avião que caiu no Mar Negro

As equipes de resgate russas resgataram nesta quarta-feira (28) 17 corpos e 223 fragmentos na costa de Sóchi, no Mar Negro, área onde o avião militar russo TupolevTu -154 caiu no último domingo (25).

De acordo como Ministério da Defesa Rússia, as equipes de resgate estão trabalhando pelo quarto dia consecutivo na tentativa de recuperar os destroços da aeronave que levava membros do Coral do Exército russo, também conhecido como Ensemble Alexandrov. Além dos corpos, também foram encontradas mais duas caixas-pretas do avião. A primeira, que registra os parâmetros de voo, havia sido recuperada ontem (27).

As autoridades investigam a causa do acidente e não descartam nenhuma hipótese. Os primeiros dados obtidos pelos peritos na análise da caixa-preta ainda não chegaram a uma conclusão. Segundo o governo russo, 13 corpos e 168 fragmentos já estão no Centro de Medicina Legal em Moscou para análise genética e identificação. Aproximadamente 46 embarcações e mais de 30 aviões e helicópteros participam das buscas.

De acordo com Ministério para Situações de Emergência da Rússia, já foram rastreados uma superfície de 340 quilômetros quadrados. Uma fonte policial citada pela agência de notícias “Interfax” revelou que cerca de 30% dos destroços do avião já foram retirados do fundo do mar.

A comissão investigadora acredita que a queda do avião pode ter sido causada por revisão ineficiente da aeronave, erro de pilotagem, atentado terrorista, entre outras. A imprensa russa divulgou trechos de um áudio da tripulação com os controladores de voo que demonstra que havia problemas a bordo.

O voo tinha partido da Rússia e conduzia militares, jornalistas e membros do Coral do Exército, que deveriam fazer uma apresentação musical às tropas russas em Latakia, na Síria, na noite do Ano Novo.

ANSA

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*