Sem bons resultados, Bauza sofre pressão no comando da Argentina

O técnico Edgardo Bauza tem apenas cinco jogos no comando da seleção argentina, mas a pressão por sua saída ja é muito grande. Após a derrota por 3 a 0 para o Brasil, no Mineirão, a situação do treinador ficou praticamente insustentável. A imprensa do país ainda não aponta claramente uma possível demissão, mas não tem poupado críticas quanto ao desempenho da seleção sob o comando do treinador.

O jornal El Clarín, ao escrever sobre a derrota, trouxe uma frase que colocou em xeque a competência do treinador. “A Argentina não só ficou fora das vagas para o Mundial na classificação das Eliminatórias, mas também parece não ter respostas futebolísticas para mostrar dentro do campo de jogo”, diz o jornal.

Bauza tem agora uma vitórias, dois empates e duas derrotas no comando da seleção. A Argentina, que estava na zona de classificação, agora aparece em sexto e corre o risco de ficar fora da Copa da Rússia, em 2018.

Mesmo sob pressão, Bauza manteve o discurso otimista após o jogo com o Brasil. “Estamos com gosto amargo, mas com força. Temos uma partida muito importante em três dias. A classificação depende de nós”, disse o treinador.

A Argentina joga na próxima terça-feira (15), quando recebe a Colômbia pela 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Deixe uma resposta