“Sucesso” volta aos palcos para duas apresentações no Galpão Gamboa

Foto: Daniel Moragas

 “SUCESSO” leva aos palcos a jornada tragicômica de um homem que busca entender a origem de seus fracassos. Utiliza-se do dinamismo para contar a engraçada trajetória de derrota do protagonista. Assuntos como desilusão amorosa, desemprego e solidão são tratados com ironia, sarcasmo e um pouco de humor negro. A peça fará duas apresentações no Galpão Gamboa, dias 25/3, sábado, às 21h e 26/3, domingo, às 20h.

 “O espetáculo é essencialmente uma comédia. Mas o público pode ser pego de surpresa no meio de uma risada e se emocionar com trechos mais poéticos”, avisa o diretor.  No elenco estão: Anderson Cunha, Daniela Fontan, Diego de Abreu, Fabiano Lacombe, Juliana Guimarães, Pedroca Monteiro e Leandro Muniz. 

 A história acompanha Ordinário, que, durante uma crise pessoal, se encontra com um empresário bem-sucedido e seu maior ídolo, o que mudará o rumo de sua vida. A peça segue uma ordem não cronológica, como se Ordinário assistisse e revivesse sua vida em um grande flashback. O cenário do espetáculo reproduz uma espécie de estúdio de tv, se deslocando em pequenas partes, de forma a compor pedaços dos ambientes de cada cena. A iluminação recorta todos estes momentos, construindo a edição dos diferentes espaços. 

 Segundo o autor, “há o ambiente de correria que todo set de filmagem tem. Os atores se revezam em muitos personagens da história do protagonista e também assumem funções no set, como claquete, maquiagem, boom, etc. Essa movimentação se relaciona com a vontade do protagonista de interferir e mudar a própria história”. 

 Para pontuar a trama, Leandro se utilizou da música. “Sucesso” conta com pequenos números musicais executados ao vivo pelos atores, que cantam e reproduzem os sons de instrumentos, como baixo, bateria e guitarra, com as próprias vozes. “Eu sempre gostei de misturar humor e música. Foi natural associar texto, letras e melodias na hora de criar, assim a parte musical está bem presente na montagem”, explica o dramaturgo. Inclusive, dois dos atores,  Lacombe e Pissurno, são componentes da banda vocal carioca “Gó Gó Boys”. 

A peça fez duas temporadas: a primeira, no Sesc Tijuca; a segunda, no Centro Cultural Justiça Federal, ambas em 2016.

 “SUCESSO” recebeu indicações para o Prêmio de Humor, com Pedroca Monteiro, na categoria performance e para APTR, com Pedroca Monteiro e Juliana Guimarães, concorrendo na categoria de atores coadjuvantes.

 SINOPSE

 Comédia dramática que conta a história de Ordinário, um fracassado, que aos 35 anos se dá conta de que sua vida é uma grande derrota.  Fã do empresário e multiartista Henrique Sanchez, ele vê no encontro com o ídolo a grande chance de mudar de vida e finalmente alcançar o tão aclamado sucesso.

 Serviço:

SUCESSO – GAMBOAVISTA 6

25 de março – sábado, às 21h

26 de março, – domingo – às 20h

Galpão Gamboa

Endereço: R. da Gamboa, 279 – Gamboa, Rio de Janeiro – RJ

Telefone: (21) 2516-5929

Lotação: 80 lugares

Classificação: 14 anos

Valor: R$20,00 inteira – R$10,00 meia

Nos dias de apresentação na bilheteria do Galpão Gamboa 1 hora antes.

http://www.galpaogamboa.com.br/em-cartaz.html

 Como Chegar?

Estação VLT Cidade do Samba ou Santo Cristo (direção Santos Dumont – Rodoviária)

Estação VLT Gamboa (direção Rodoviária – Santos Dumont)

 Compras pelo site

https://www.sympla.com.br/sucesso—gamboavista-6__117796

 Sobre Leandro Muniz 

Leandro Muniz é dramaturgo, diretor, roteirista e músico. Trabalhou com grandes artistas e comediantes da nova geração (Fábio Porchat, Gregório Duvivier, Bruno Mazzeo, Tata Werneck, Marcelo Adnet…). Começou sua carreira em 1997, como músico e ator, na companhia teatral Os Fodidos Privilegiados e atuou ao lado de Antônio Abujamra, João Falcão, Paulo de Moraes, Karen Acioly, João Fonseca e Miguel Vellinho.  Em 2016 está envolvido com projetos importantes, como “Escolinha do Professor Raimundo”; Neyla, série do canal VIVA, com Ney Latorraca; Programa de humor de Gabriel Louchard, no canal Multishow. Escreveu o roteiro “Tio imperfeito”, com Marcus Majella (estreia em 2017) e mais dois longa metragens que estrearão ainda este ano.

 No teatro, escreveu “Peça por peça”, selecionada para o Concurso Nacional de Dramaturgia do CCBB, em 2007, “Musical Dísnei” e “Babilônia”, parceria com Jô Bilac. Escreveu e dirigiu “Relações – Peça quase Romântica”, que recebeu o prêmio de melhor texto no Festival de Teatro do Rio 2009, e “Senhora Solidão”. Em novembro de 2015, levou a Nova York “Relationships – An almost romanticcomedy”, uma versão em inglês de sua peça “Relações”, apresentada Off Broadwa, que estreará em Los Angeles, dia 30 de setembro. 

 Ainda no teatro, Leandro foi vencedor, por dois anos consecutivos, do Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro, com as cenas “Musical Disney” e “Texto é que nem filho, primeiro a gente faz, depois a gente dá o nome”, recebendo seis prêmios, incluindo o de melhor direção. 

 Na TV Globo, escreveu para diversos programas, entre eles: “Amor & Sexo”, “Junto & Misturado”  e “Filhos da Pátria”, série de Alexandre Machado e Bruno Mazzeo com estreia prevista para 2016. Também escreveu “Sem Análise” e “Meu Passado me Condena”, ambos do canal pago Multishow e colaborou com o programa Comédia MTV. 

 No cinema, co-escreveu os roteiros de “Meu Passado me Condena” e “Meu Passado me Condena 2” ao lado de Tati Bernardi. 

 Leandro colaborou com o site Drama Diário, projeto pioneiro de dramaturgia na internet e é um dos autores do livro Cena Impressa,  formado por dez novos dramaturgos brasileiros. 

 FICHA TÉCNICA

Texto e direção: Leandro Muniz

Elenco: Anderson Cunha, Daniela Fontan, Diego de Abreu, Fabiano Lacombe, Juliana Guimarães, Leandro Muniz e Pedroca Monteiro.

Cenário: Paulo Denizot e Janaína Wendling

Iluminação: Paulo Denizot

Figurino: Bruno Perlatto e Tuca

Direção musical: Fabiano Krieger

Direção de movimentos: Carol Pires

Assistente de direção: Julia Tavares

Programação visual: Pablito Kucarz

Fotos: Daniel Moragas da Costa

Assessoria de imprensa: Duetto Comunicação

Contrarregra: Maurício Lima

Assistente de Cenário: Aline Pais

Assistente de produção: Felipe Abrantes

Assistente de iluminação: Daniel Ramos

Operador de som: Vitor Vieira

Operador de luz: Paulo Denizot

Direção de produção: Junior Godim

Idealização: Anderson Cunha e Leandro Muniz

Realização: Quase Companhia

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here