Thalles faz dois, comanda virada e Vasco garante acesso

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Precisando vencer para não depender de nenhum outro resultado para voltar a Série A, o Vasco recebeu o Ceará neste sábado (26), no Maracanã, em jogo que válido pela última rodada da segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Com três jogadores suspensos, o técnico Jorginho apostou em Rafael Marques na zaga e Jorge Henrique no ataque ao lado de Thalles.

O jogo começou e com menos de dez minutos Bill e Rodrigo se estranharam em campo e iniciaram uma pequena confusão, que foi contornada pela arbitragem. Aos 11, Mádson cruzou na área, o goleiro Éverson saiu de soco e a bola caiu com Nenê, que tocou para Thalles finalizar, mas o goleiro do time cearense pegou novamente.

Aos 15 o Vasco chegou de novo em lance de Julio Cesar pela esquerda, o lateral cruzou, Eduardo tentou cortar e colocou contra o próprio gol, quase marcando contra. Aos 21 o Ceará chegou com maior perigo. Felipe Menezes arriscou forte de fora da área e o goleiro Martín Silva fez a defesa em dois tempos.

Aos 24, Wescley chutou da entrada da área e a bola iria no cantinho, mas Martín salvou. Aos 27, o lateral Eduardo arriscou um chute de fora da área e colocou no cantinho para abrir o placar: Ceará 1 a 0. A esse momento, apesar da derrota, o Vasco estava se garantindo na Série A já que o Náutico estava sendo derrotado, na Arena Pernambuco, pelo Oeste.

Aos 34 o Vasco voltou a ameaçar em chute de Rodrigo com muita força no canto, mas Everson caiu para salvar. Aos 35 o Ceará também tentou em jogada de Felipe, mas parou em Martín Silva. O primeiro tempo terminou em vantagem para o Ceará e com a torcida vascaína protestando contra Eurico Mirando e soltando o grito de “Oeste”.

Na volta para a segunda etapa o Vasco voltou com mudança: Eder Luis entrou no lugar de Diguinho. Logo com dois minutos, após cobrança de falta, Eder chutou, o goleiro rebateu e Thalles concluiu para empatar: 1 a 1.

Dois minutos mais tarde, aos quatro, Mádson cruzou pela direita, a bola passou por todo mundo, Jorge Henrique escorou de cabeça e Thalles, também de cabeça, virou a partida. Vasco 2 a 1.

Aos sete minutos o Ceará teve a chance com Wescley, que finalizou com força, mas mandou no travessão. Aos 15 Jorginho fez outra mudança: Julio dos Santos na vaga de Jorge Henrique.

Com a vitória, o Vasco garantiu a sua volta para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro e acabou a competição na terceira colocação da competição.

Deixe uma resposta