Verstappen recusa comparação a Senna: “sempre tem o que melhorar”

Depois de uma grande participação no GP do Brasil, o holandês Max Verstappen voltou a ser comparado a Ayrton Senna. Mas durante um evento em Amsterdã, o jovem piloto não aceitou a comparação e disse ainda ter muito a melhorar na carreira.

“Quando estava atrás do safety-car, apenas fui procurando linhas diferentes. Foi um pouco do estilo do kart, mas com um carro maior. Só que tudo estava no limite. Foi tudo muito bom, é muito bom ler o que escrevem, mas agora é importante manter a calma. Você sempre tem o que melhorar, porque nunca é bom o suficiente”, disse Verstappen.

O desempenho de Verstappen foi tão marcante que ganhou o reconhecimento até dos rivais. O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que, apesar de sua equipe protagonizar a disputa pelo título, a principal atração da corrida brasileiro foi o piloto da Red Bull.

Deixe uma resposta