Vigilância Sanitária vai reforçar fiscalização no Rock in Rio

As inspeções serão feitas durante todos os dias do evento, da alimentação às condições de trabalho

A partir desta sexta-feira (15), a Vigilância Sanitária vai atuar diariamente com 40 técnicos no Rock in Rio, para fiscalizar as condições higiênicas de estabelecimentos que comercializam alimentos, dos postos médicos, das ambulâncias, salões de beleza, dos ambientes de uso comum, da água de consumo, além de verificar as condições de trabalho oferecidas e a destinação do lixo.

Os técnicos são profissionais das áreas de alimentos, saúde, engenharia, laboratório, zoonoses, saúde do trabalhador e educação. As equipes de alimentos irão verificar as condições higiênicas sanitárias dos locais que comercializam produtos comestíveis, os meios como os alimentos são acondicionados, embalados e manipulados, as características sensoriais (aparência e odor) com as quais estão sendo preparados, bem como as roupas dos profissionais das cozinhas e balcões, a fim de avaliar se há riscos de contaminação. Essa análise de alimentos será reforçada pelas equipes do Laboratório de Saúde Pública, que vão recolher amostras suspeitas para análise laboratorial.

As equipes de saúde irão inspecionar os postos médicos, ambulâncias e qualquer estabelecimento que esteja comercializando produtos e serviços de saúde, como salões de beleza, onde também serão verificados os instrumentos e produtos utilizados nos atendimentos. Já as equipes de engenharia irão verificar a estrutura dos locais de grande circulação de pessoas, a água de consumo e a destinação do lixo.

O lixo também será alvo da inspeção dos técnicos de zoonoses, que irão verificar o acondicionamento dos dejetos para que não haja riscos de proliferação de mosquitos, além de realizar medidas de controle de ratos, gambás e pombos. As equipes de saúde do trabalhador vão checar as condições de trabalho oferecidas pela organização do evento e por todas as empresas que estiverem ofertando mão de obra no local. Por fim, as equipes de educação irão verificar se os estabelecimentos estão seguindo o que foi ministrado nos cursos preparatórios para o evento e orientar os consumidores sobre o trabalho da Vigilância Sanitária e a prevenção de riscos à saúde.

Esses cursos foram ministrados para todos os estabelecimentos que irão comercializar alimentos no Rock in Rio, onde foram abordadas as noções básicas de higiene na manipulação desses alimentos e as formas preventivas para evitar a transmissão de doenças por meio da alimentação. De 10 julho a 14 de setembro, foram 36 cursos ofertados, para quase 2 mil pessoas. 

Além das atividades educativas, também foram realizadas outras atividades prévias, como inspeção da montagem da estrutura, e da alimentação e condições de trabalho oferecidas aos trabalhadores que ergueram o Rock in Rio. Foram realizadas inspeções no período de 6 de julho a 12 de setembro, quando ocorreram 21 autuações referentes a condições inadequadas de trabalho, alimentos impróprios para consumo, e falta de higiene e organização. Também foram coletadas amostras de alimentos para serem analisadas em laboratório.

A Vigilância Sanitária alerta que o público do evento também pode ajudar na fiscalização e na diminuição de riscos à saúde, por meio de denúncias à central de atendimento 1746, que deve ser acionada quando identificarem situações irregulares de higiene nos estabelecimentos. Todas as demandas serão encaminhadas aos técnicos do órgão, que irão avaliá-las e, caso necessário, aplicar as penalidades previstas em lei.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*