Volta de Cristóvão é primeiro passo da reformulação no Vasco

Com a confirmação do retorno de Cristóvão Borges, o Vasco inicia a sua reformulação para o ano de 2017, quando voltará a disputar a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O presidente Eurico Miranda já havia afirmado que não demoraria a anunciar o novo treinador e de fato o anúncio foi feito em pouco mais de 24hs após a demissão de Jorginho. Cristóvão retorna ao Vasco após quatro anos.

Na última passagem pelo cruzmaltino, o treinador comandou a equipe na parte final do Campeonato Brasileiro de 2011 depois que o então treinador, Ricardo Gomes, sofreu um AVC (acidente vascular cerebral). Em 2012, Cristóvão chegou a manter a o time no G4 em boa parte do Brasileirão, mas depois o acabou tendo uma queda de produção. A expectativa é de que ele já comece a trabalhar com o departamento de futebol para a construção do elenco do próximo ano.

Além da mudança de treinador, o Vasco vai passar ainda por uma reformulação em outros setores ligados ao departamento de futebol do clube. O próprio presidente Eurico Miranda afirmou que faria pessoalmente as mudanças, quando concedeu uma entrevista coletiva em São Januário na última segunda-feira (28).

“Ninguém está imune à reformulação. Nem os outros profissionais (da comissão), nem jogador. Ninguém com estabilidade garantida. A reformulação será feita. Diretor estatutário não sai nenhum”, garantiu Eurico.

A única pasta que não deve ser mexida é a de diretor executivo de futebol, cargo que atualmente é ocupado por Euriquinho, filho do presidente vascaíno. Não está descartada também uma possível volta de Ricardo Gomes ao clube, mas desta vez para ocupar algum cargo na diretoria do Vasco. O profissional, que recentemente foi técnico do São Paulo, é amigo de Cristóvão Borges.

Deixe uma resposta