Wellington avalia jogada em que marcou primeiro gol do Fluminense na decisão contra o Fla

Foto: Nelson Perez / Fluminense FC
Foto: Nelson Perez / Fluminense FC

O eletrizante clássico entre Fluminense e Flamengo, que decidiu a Taça Guanabara, começou com um golaço logo aos quatro minutos de jogo. O atacante Wellington aproveitou erro de ataque do rubro-negro e partiu com a bola dominada até o campo ofensivo por mais de 60 metros antes de abrir o placar para o tricolor.

Após a partida, o atacante comentou o que pensou no momento do lance e confirmou que havia pensado em tocar para Richarlison, que também estava no lance. Mas, de acordo com Wellington, o escorregão de Pará foi fundamental na jogada.

“É difícil correr e controlar a bola. Saí correndo, só estava pensando em ir para a frente, quando levantei a cabeça não tinha ninguém e continuei correndo. Tinha só o Pará e falei: ele (Pará) está sozinho, vou tocar nele (Richarlison) e a gente fica sozinho. Quando armei o passe, ele (Pará) acabou escorregando, aí falei: “Agora tenho de ir que essa bola é minha”. Aproveitei que ele escorregou e fui feliz no chute”, relatou Wellington.

Com o título da Taça Guanabara, o Fluminense é o primeiro time a garantir classificação para a semifinal do estadual. Os outros três para completarem a lista serão: o campeão da Taça Rio e os outros dois com melhor aproveitamento na competição. Caso o Flu também vença o segundo turno do estadual, seus outros três adversários nas semifinais serão conhecidos pelo aproveitamento geral no estadual.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here