Atletas de posicionam após prisão de Carlos Arthur Nuzman

A grande notícia no mundo esportivo nesta quinta-feira (05), foi a prisão de Carlos Arthur Nuzman, então presidente do Comitê Olímpico Brasileiro. O fato fez com que atletas brasileiros se manifestassem. As críticas foram bastante duras e demonstraram um grande desapontamento com os dirigentes que controlam os mais variados esportes no país.

“Estarrecedor isso tudo!! Pobre esporte brasileiro. A mudança não deve ser só de pessoas e sim de estatutos e do sistema inteiro”, disse Nalbert, um dos principais jogadores da história do vôlei brasileiro.

“As coisas demoram. Às vezes mais do que imaginamos. Mas elas acontecem. Mais de um neste momento com medo de ser o próximo”, se manifestou o tenista Fernando Meligeni.

O desabafo mais acalorado foi o da nadadora Joanna Maranhão, que sempre demonstrou muito orgulho em poder participar de uma Olimpíada em solo brasileiro. A atleta se mostrou bastante desapontada e lamentou o fato de ter sido “usada” para mascarar um grande esquema de corrupção.

“Será que vai sobrar um? Um cartola que não tenha feito coisa errada? Só um? Nunca mais vou falar que fui para quatro Olimpíada com orgulho. Olimpíada dentro de casa? Roubaram para trazer para cá. Um país com a desigualdade social como a nossa, não deveria ter como prioridade sediar eventos esportivos de grande porte. Imensa hipocrisia de minha parte falar isso agora depois de ter participado de jogos pan americanos, jogos mundiais militares e jogos olímpicos dentro do Brasil. Errei”, afirmou Joanna Maranhão.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*