Município baiano vai receber doses extras de vacina contra febre amarela

Após a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos da zona rural de Alagoinhas, no nordeste da Bahia, a Secretaria de Saúde do estado anunciou nesta segunda-feira (6) a liberação de cerca de 100 mil doses extras da vacina contra a doença.

Os animais infectados habitam a região de Calu, zona rural de Alagoinhas, distante 120 quilômetros de Salvador. Segundo a secretaria, a liberação tem como objetivo imunizar as pessoas da região que não têm duas doses da vacina registradas no cartão de vacinação. Além da notificação de febre amarela em macacos, outras duas notificações em humanos ainda precisam ser confirmadas depois que passarem por análise das amostras no Instituto Evandro Chagas, laboratório de referência do Ministério da Saúde.

A secretaria, portanto, solicita à população de Alagoinhas que procure os postos de saúde, levando o cartão de vacinação. Além disso, o órgão informou que vem atuando em outras frentes de combate, além das vacinas: busca ativa de casos suspeitos e borrifação de inseticida na área rural, para combater o mosquito Aedes aegypti.

O governo informa, ainda, que recomendou a implantação da Sala Municipal de Coordenação e Controle a todos os municípios baianos. A ideia é a integração dos órgãos municipais de saúde e a troca de conhecimentos e experiências sobre ações intersetoriais de combate ao mosquito.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*