Quadrilha desviou 14 milhões de litros de combustível em 1 ano

Agentes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) cumpriram 20 mandados de busca e apreensão, 6 de prisão, sendo três no Rio de Janeiro,  dois em São Paulo e um em Minas Gerais, além de 3 autos de prisão em flagrante. As ações, realizadas nesta quinta-feira (16), foram desencadeadas na Operação Ouro Negro, que desmantelou a maior quadrilha de furto, transporte e receptacão de combustíveis identificada no Brasil, atuando na região Sudeste.

De acordo com a Polícia Civil, foram presos dois empresários na capital e em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, além de um técnico responsável pelas perfurações de dutos da Transpetro. Foram apreendidos também dois automóveis, armas e diversos outros materiais. Em Minas, Charles Augusto Ponciano foi preso por força de mandado de prisão e ainda pelo flagrante delito de furto de combustíveis de dutos, juntamente com outros seis elementos, sendo dois deles policiais militares do Rio.

Já em São Paulo, dois empresários foram presos e ainda dois administradores de uma usina que estocava mais de 1 milhão de litros de petróleo cru subtraídos. As investigações continuam para apurar a participação de outros elementos da quadrilha.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*