Retratos do Avesso no Teatro Municipal Gonzaguinha

Foto divulgação

Retratos do avesso é fruto de um estudo intenso sobre a natureza humana. A encenação é composta por 4 quadros que trazem as mais diversas emoções ao público, tendo como personagem transitório entre estas, Atena Phoenix uma drag queen que se intitula “o tapa de volta” na cara de uma sociedade hipócrita e machista, levando trágicas histórias ao público, dentre essas, O quadro um, ou ato 1 traz a exposição das maiores covardias humanas, um homem em situação financeira difícil participa de um crime e, restando uma única confidente, escolhe aquela que conhece suas fantasias e segredos mais obscuros: sua acompanhante de luxo. Tenacidade, sensualidade e acima de tudo, exposição a tudo aquilo que traduz em forma de desabafo as maiores angustias vividas pelas personagens em questão, levando diretamente ao quadro dois. Com o casal Marcelo e Leidiene que enfrentam o clássico desafio matrimonial de conviver por anos juntos buscando meios de fugir da rotina. Antes de decidirem dar um ponto final na relação, os dois decidem procurar uma terapia de casal como a última cartada para a salvação do matrimônio, abordando com muito bom humor as problemáticas relacionadas a rotina, porém sem qualquer afã em defendê-la. O quadro três conta a história de um mecânico e uma moça de família rica que só tem em comum o amor que sentem um pelo outro, mas que não é forte o bastante para os manter juntos trazendo a tona os anseios de amores mal resolvidos, busca-se na revelação do corpo, em toques e respiração, o caminho lúdico desse espetáculo. E por último, o quadro quatro onde numa determinada noite, cinco pacientes de um hospital psiquiátrico acabam relembrando suas histórias de vida. Esta momentânea lucidez cria imediatamente uma grande teia de sentimentos entre eles, o que poderá ajudá-los a superar seus traumas ou finalmente afundá-los num caminho totalmente sem volta. Atena é capaz de sentir a dor de todos esses personagens e de se tornar protagonista de todas essas histórias. Criamos entre a cena e o público algo intenso, forte, profundo, que desague num verdadeiro mergulho psicológico, ritualístico, onde é possível investigar o substrato da natureza humana por meio de signos, sons, palavras… Nosso objetivo é neste mergulho do (in) consciente transformar a simples visão da plateia em reflexão plausível e real.

 Elenco:

Ândrea Cordeiro, Brenno Pinheiro, Brunno Vieira, Daniella Leão, Elcino Dello Carmo, Elvis Xavier, Emile Rodrigues, Ethienne Estevam, Fernanda Abi-Ramia, Gabriel Engel, Iara Vasconceles, Isabela Bernardo, Iury Toledo, Lucas Gonçalves, Mikael Viegas, Mirian Gonçalves, Quéops, Rasec Rodrigues e Vinicius Turkienicz

 Ficha Técnica:

Direção: Gabriel Engel

Autor: Gabriel Engel

Colaboradores: Pedro H. Pimenta e Mikael Viegas

Som: Matheus Alegria

Iluminação: George Lucas

Serviço:

 * Dia 18/03 não haverá apresentação.

Dias, horários e valores:
Sexta às 19:00 – R$ 30,00 (Valor inteira)
Sábado às 19:00 – R$ 30,00 (Valor inteira)
Domingo às 19:00 – R$ 30,00 (Valor inteira)

Temporada:
De 03/03/2017 Até 26/03/2017

Contato:
(21) 2221-7760

Classificação:
14 anos

Teatro Municipal Gonzaguinha

Próximo à estação Praça Onze do Metrô
Rua Benedito Hipólito , 125 – Centro

Telefone: (21) 2221-7760

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*